Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Curiosidades’ Category

Uma alma elegante

Um depoimento

Há poucos meses, em 11 de agosto, vivemos as alegrias do encontro com os descendentes de Gilberto Rossi. O sentido abraço de Liliana e Araceli, que não haviam se encontrado nos últimos 60 anos, aproximadamente, foi o gesto que deu passagem à forte emoção que todos partilharam naquela tarde. Assistir aos filmes de meu avô, agora emoldurados pela bela música de Anna Claudia Agazzi, bisneta do Rossi, trouxe novas sensações, novas ligações. Aquela moça ao piano ali no palco onde até então eu só vira a tela, representava algo um pouco maior. A memória do meu querido avô adquiriu outra dimensão. Durante aqueles poucos minutos da apresentação, fui obrigado a rever essa memória. Uma imagem que era apenas um nome – o Rossi – assumiu contornos de realidade. Havia filhos, netos, bisnetos e tataranetos dele também. Viramos amigos de infância de imediato. Vamos nos ver com frequência? Provavelmente não. Mas vamos saber que existem pessoas que conosco compartilham a memória de nossos maiores com o mesmo orgulho, o mesmo amor.

Mas a coisa não terminou por aí. O incansável trabalho de Vera e Margarida resgatou mais uma ligação de José Medina: o grande poeta paulista Guilherme de Almeida. Entre seus trabalhos literários, Guilherme de Almeida escrevia a coluna Cinematographo no jornal O Estado de São Paulo, com comentários de cinema. Em uma de suas colunas, o Poeta comentou a obra de seu amigo Cineasta em termos altamente elogiosos. Vera e Margarida foram atrás da informação. Visitaram e estabeleceram contato com o pessoal da Casa Guilherme de Almeida.

Ontem à tarde, minha mãe e minha tia receberam a visita de Alexandra Rocha, educadora, e Donny Correia, professor de cinema, ambos da Casa Guilherme de Almeida. Novo impacto. Desta vez não eram os netos de alguém ligado ao meu avô. O interesse de Alexandra e Donny ao conversar com Araceli e Esperança não era atávico. Era cultural. Vi minha mãe e minha tia falando do querido pai e os representantes do museu ouvindo sobre o respeitado Cineasta. Foi incrível. Mais de 30 anos depois de sua morte, ele continua me surpreendendo, me ensinando. Vimos os filmes “Exemplo Regenerador” e “Fragmentos da Vida” pontuados com os comentários entusiasmados de Alexandra e Donny, que assistiam pela primeira vez. Eles me mostraram um novo Medina, aquele que recebeu prêmios por suas realizações no Brasil e no exterior. Um avô que me vejo obrigado a dividir com o mundo.

Depois dos filmes, Araceli e Esperança abriram o baú de memórias – as duas têm mais de 90 anos – e nos encantaram com “causos” e informações. Margarida, Vera e eu ficamos comentando sobre a delícia de pessoa que foi Medina em família. Ao final, já prontos para ir embora, Alexandra nos presenteou com mais uma faceta de Medina: “por tudo que vimos, sabemos agora que ele era um homem que tinha uma alma elegante”.

Antonio Ernesto Pasqualin

Araceli, Donny e Alexandra

Esperança

Read Full Post »

A beleza de São Paulo

Não podemos deixar passar em branco o dia 25 de janeiro, data do aniversário de São Paulo, sem comentar a paixão que Medina tinha por esta cidade tão pulsante.

Apesar de ter nascido em Sorocaba, ele adotou a metrópole como sua cidade do coração. Passou a expressar seu amor através de fotografias, pinturas e desenhos. Seu filme “Fragmentos da Vida” é mais um álbum de São Paulo em movimento, com imagens impactantes do centro velho.

Em 1954 a comissão organizadora das comemorações do IV Centenário, reconhecendo o talento e envolvimento de Medina, fez um convite para que produzisse um álbum comparativo da metrópole. Uma curiosidade foi o nome que deu a uma das páginas da publicação: de gigante a pigmeu. Tratava-se da comparação entre imagens do mesmo ponto com o Edifício Martinelli em tempos distintos. Em 1930, o edifício reinava soberano, sendo o primeiro prédio que se destacava em relação ao casario paulistano. Já na fotografia de 1953, o mesmo gigante de outrora é retratado sendo sufocado pelos outros “arranha-céus” da capital.

Página do álbum "São Paulo O que foi e o que é", José Medina, 1954.

Read Full Post »

O charme de José Medina

José Medina era possuidor de uma personalidade tão cativante que chegava a despertar reações como a que veremos a seguir.

Medina proferiu a palestra “Depoimentos de um Pioneiro do Cinema Brasileiro”, em 1977, na Associação Alumni, entidade cultural de grande prestígio em nossa cidade. Em carta de agradecimento, digitalizada abaixo, lemos o simpático P.S., manuscrito, em que é citado como tendo sido eleito, por unanimidade, “o mais charmoso conferencista”.

Carta Associação Alumni

Read Full Post »

Curiosidades

Confira as atualizações constantes sobre as curiosidades relacionadas à vida e obra de José Medina.

Read Full Post »